Logo Mellho
Logo Mellho

Não boto minha mão no fogo pelo Ricardo Teixeira. Ele apertou minha mão e disse que eu ia para a Copa de 2002, que seria convocado pelo Felipão. Disse isso para ele, aí ele me falou: ‘o treinador é o Felipe, mas aqui quem manda sou eu’. Apenas o cumprimentei e disse: ‘vou acreditar na sua palavra, acabou’. Isso um dia antes. Depois, vimos o que aconteceu.

Romário

Este site utiliza cookies que são compartilhados com nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ao continuar navegando você concorda com nossas políticas. Ver detalhes