Logo Mellho
Logo Mellho

Quando eu falo de autoestima, eu não falo de corpo e aparência física. Eu vou muito além. O pensamento é o inverso. Falo da parte emocional que transcende qualquer mero padrão. Eu não costumo escrever sobre a ditadura da beleza e sim sobre a plenitude do amor próprio. A conquista real do nosso amor próprio desbanca qualquer tipo de rótulo imposto. Se autoconhecer é estar feliz consigo mesmo, ser significante na vida. Estar no tal "padrão" não é sinônimo e nem vantagem nenhuma pra satisfação pessoal. Repito! O autoconhecimento sim é o nosso maior desafio. Mergulhar no processo mais trabalhoso de nossas vidas. Rever traumas, crenças, compensações e nossas distorções cognitivas. Pra mim, está aí a fórmula pra felicidade.

Fani Pacheco fala sobre autoestima: 'Não costumo escrever sobre a ditadura da beleza'

Este site utiliza cookies que são compartilhados com nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ao continuar navegando você concorda com nossas políticas. Ver detalhes