Logo Mellho
Logo Mellho

Eu era a única negra da escola e só percebi como isso afetava outras pessoas com o tempo. No Rio [Grande do Norte], eu já havia sido a única da turma. Era a diferente. O apelido que eu mais odiava era o de churrasquinho. Um dia perguntei à minha mãe por que as pessoas me olhavam no mercado. E ela dizia: 'porque você é linda'. Essa bela autoestima foi primordial. Mas, claro, que tive minhas noias. Alisei aos 12 anos. Minha mãe se rendeu e deixou. Eu não me achava atraente com o cabelo natural. Só fui beijar na boca com 17 anos.

Citado por IZA, em (20/nov/2017)

IZA

Músicos e Dançarinos
Este site utiliza cookies que são compartilhados com nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ao continuar navegando você concorda com nossas políticas. Ver detalhes