Logo Mellho
Logo Mellho

Me sinto um gremlin, um daqueles monstrinhos do cinema que se multiplicavam e invadiam a cidade. (Fonte: Revista ISTOÉ, Edição n. 1787)

Fabiano Augusto

Este site utiliza cookies que são compartilhados com nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ao continuar navegando você concorda com nossas políticas. Ver detalhes